Notícias atualize-se e recomende!

Bacen aguarda autorização até fim de fevereiro 16/01/2013

Certamente um dos concursos mais aguardados de 2013, a nova seleção para ingresso nos quadros do Banco Central (Bacen) deve ganhar forma nos primeiros meses do ano. A garantia é da própria instituição. A assessoria de imprensa do órgão confirmou o estreitamento das conversas com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para o qual o Bacen enviou em setembro pedido de um novo concurso para seus quadros.

Esse estreitamento ocorre justamente na esteira de autorizações do MPOG para o setor financeiro do governo federal. O ministério da fazenda, que atualmente promove concurso, foi contemplado com nova autorização para 347 vagas há duas semanas. O Bacen, é sempre válido lembrar, é uma autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda.

O Bacen acompanha de perto a análise e tramitação de seu pedido no MPOG e espera que até fevereiro receba o aval da pasta comandada pela ministra Miriam Belchior. O setor de imprensa do órgão rebateu as informações de que foram pedidas 1.850 vagas para técnico (nível médio) e analista (nível superior), conforme divulgado em larga escala em sites na internet. De acordo com o Bacen, esse quantitativo, já defasado, é o de cargos vagos. A instituição divulgou à imprensa, em agosto de 2012, este número de cargos ociosos e externou preocupação com percentual relativamente grande de novas aposentadorias para os meses que se seguiriam. O gesto, anterior ao envio da solicitação de novo concurso ao MPOG, foi percebido como uma forma de legitimar o pedido perante a opinião pública. 

O Bacen, no entanto, empregou sigilo a respeito do número de vagas solicitado e sonega essa informação até que a autorização seja emitida. Ao JC&E, a assessoria de imprensa limitou-se a dizer que o número solicitado não é equivalente ao número de cargos vagos divulgado em agosto. 


As ofertas

De acordo com esta relação fornecida à imprensa, há maior defasagem na carreira de analista. Cerca de 1.600 vagas ociosas. Além das chances para técnico e analista, o Bacen aguarda liberação para a realização de processo de seleção para o cargo de procurador, que exige bacharelado em direito.



O salário inicial para técnico consiste em R$ 4.917,28. O analista começa recebendo a título de remuneração mensal o valor de R$ 12.960,77. Já a função de procurado prevê vencimentos de R$ 15.343,60. 


Concurso anterior

Realizado em 2009, com organização da Fundação Cesgranrio, o edital trouxe 350 vagas de analista e 150 de técnico. Na ocasião, o concurso somou mais de 244.400 inscrições.


O órgão

O Bacen é o órgão responsável por aplicar as orientações do Conselho Monetário Nacional e por garantir o poder de compra da moeda nacional. Entre as suas atribuições vale destacar o poder de emitir moeda, receber recolhimentos compulsórios e voluntários das instituições financeiras e bancárias, realizar o controle de crédito, controlar o fluxo de capitais estrangeiros, entre outras. A sede do Bacen fica em Brasília (DF), mas o órgão tem subsidiárias nas capitais do Rio Grande do Sul, Paraná, Sã Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará e Pará. Todas elas devem ser contempladas com vagas no vindouro concurso.


Fonte: JC Concursos