Notícias atualize-se e recomende!

PRF tenta viabilizar concurso e quer aperfeiçoar formação 13/01/2017

O grupo de trabalho criado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para elaborar a proposta de novo edital de concurso 2017 para policial rodoviário federal deverá cumprir sua missão em poucos dias. A expectativa é que o edital seja utilizado o mais rápido possível, tendo em vista a grande carência de efetivo. Um novo pedido de autorização de concurso deverá ser feito neste semestre.


O prazo para a conclusão da proposta de novo edital iria inicialmente até o fim do mês passado. No entanto, a necessidade de ajustes no documento, que está praticamente pronto, impediram o cumprimento do prazo. A finalização do trabalho, porém, não deverá demorar. Depois de pronta, a sugestão de edital será avaliada pelos coordenadores da PRF.


Simultaneamente à produção do novo edital, o órgão contratou empresa para ministrar curso sobre a realização de concurso para parte de seus servidores e realiza levantamento das necessidades de pessoal em todo o país. O déficit é de 2.500 policiais, havendo ainda a previsão de ao fim deste ano serem totalizadas 3.600 aposentadorias a contar do início de 2016.


Veja mais detalhes do concurso da PRF 


Nos últimos anos, a PRF vem solicitando ao Ministério do Planejamento, sem sucesso, 1.500 vagas de policial para novo concurso. Este ano, o número pode ser revisto, em função do levantamento de pessoal que está sendo feito pelo órgão. O esperado é que a grave situação do quadro sensibilize o governo a liberar a seleção, como uma exceção à suspensão dos novos concursos, que a princípio vale até o fim deste ano e foi o motivo do pedido do ano passado ter sido rejeitado.


Em encontro com a categoria em novembro do ano passado, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, demonstrou entender a necessidade de contratação de novos policiais rodoviários federais, segundo contou na ocasião o diretor parlamentar da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Renato Dias. Moraes lembrou, porém, que há dificuldade em função do momento de contenção de gastos por parte do governo.


Para ser policial rodoviário federal é necessário possuir formação superior em qualquer área e carteira de habilitação, na categoria B ou superior. Conforme reajuste recém confirmado, a remuneração inicial é de R$9.501,98, já com o auxílio-alimentação, de R$458. O valor sobe para R$9.931,57 em 2018 e para 10.357,88 em 2019. O último concurso para o cargo foi aberto em 2013.


 


Fonte: Folha Dirigida